5 de julho de 2011

A amizade!


Muito se fala de sentimentos, de amor principalmente, mas hoje falo de amizade, daquela pura e simples que transpira num olhar simples e sincero, sem serem precisas palavras, que se transmite num olá, num bom dia, numa palavra de cumprimento, envolta num sorriso. Já faz algum tempo que circulo por este lados virtuais, e amizade ao vivo, palpável, daquela que temos no nosso dia-a-dia, todos nós temos, uns mais que os outros. Há sempre aqueles amigos que vamos guardando ao longo do tempo, que partilharam connosco alegrias e lágrimas, estando sempre lá para o que desse e viesse, e orgulho-me de ter uma mão cheia deles, que guardo como tesouros, que sei que me atendem a qualquer hora, sem me censurar, sem me condenar pelos meus actos, às vezes não tão puros quanto parecem. Mas tenho de dar a mão há palmatória, porque mesmo à distância, e até com algum receio no inicio, fui conhecendo pessoalmente alguns desses amigos virtuais, que hoje são amigos de verdade, pela sinceridade e cumplicidade que se estabeleceu entre nós. Espero continuar a merecer o respeito e a amizade deles, da mesma forma que merecem a minha mais profunda consideração, pelas pessoas que cada um deles é para comigo. Afinal, como costumo dizer, o ser humano não é uma ilha isolada, não é suposto viver em isolamento, sem o calor humano dos que tanto estima e ama. E embora não sejam nomeados aqui os que conheço deste mundo, eles sabem quem são, que afinal, de virtual só tem mesmo a tecnologia, porque por detrás das palavras que cada um escreve à sua maneira, existem seres humanos cheios de mais ou menos valor, com mais ou menos defeitos, tal como eu... ninguém é perfeito, e quem assim se achar que atire a primeira pedra. Mas para esses, especialmente porque já me olharam nos olhos, aqui fica o meu apreço muito especial, acompanhado de um sorriso (caracteristica minha, ou não seria eu) do tamanho do mundo. E deixo também um para os que mesmo apenas falando comigo vitualmente, porque ainda não me conhecem ao vivo, mas por quem já nutro um sentimento de amizade muito forte pela companhia que muitas vezes me fazem, pelos sorrisos que tantas vezes me arrancam dos lábios. E termino com um poema meu, repetido, do tempo do meu primeiro blog, que dedico a todos.

O outro lado do AMOR!

Não tem cor,
Mas é multicolor!
Não tem cheiro,
Mas tem um perfume
Que envolve!
Não tem preço,
Mas é o tesouro mais valioso!

Olhamos nos olhos,
Sem arder de paixão!
Abraçamo-nos,
Sem corar de emoção!
Aparamos lágrimas,
Sem secar as nossas!
Damos as mãos,
Sem querer tomar o outro!
Compartilhamos,
Sem medo, nem segredos!

Somos imperfeitos,
mas a amizade é cega!
Somos tristeza,
Mas a amizade alegra-nos!
Somos cheios de defeitos,
Mas amizade perdoa!
Somos feios,
Mas a amizade é só alma!

É dar,
Sem esperar receber em troca!
É receber,
Sem estar a contar com nada!
É amar,
Sem condição!

6 comentários:

Marcela disse...

Lindo! Amizade é um amor sem grilhões...Bjos

Moi disse...

Marcela,
Adorei a tua definição de amizade!

Beijocas

N. Barcelli disse...

A amizade é assim mesmo, tal como disseste. É amar por amar, sem querer mais do que amar...
Um beijo, futura amiga...

Moi disse...

N. Barcelli,
É verdade! A amizade pode ser o mais puro dos sentimentos!

Beijos!

Malu disse...

Grata pelo seu carinho deixado nas páginas do INFINITO.
Grande abraço!!!!
Estou te acompanhando para ficar por dentro das novas postagens...

Moi disse...

Malu,
Nada agradecer, és das pessoas que há mais tempo me segue... eu é que ando meia sem tempo para visitar todos.
Recebo outro abraço meu!
E escolheste bem o post para comentar :))