24 de novembro de 2011

Dançando(-me) entre os dedos...


Fecho os olhos da mente por um instante, escorrego na impulsividade do momento, na incerteza ditada pela intuição, regras do jogo alteradas, em movimentos (in)certos, carregados de emoção, saltos no tempo, em lufadas de ar, excessos de espaços por (d)escrever neste traçado risonho que se desenha de forma alucinada numa travessia louca de desejos, anseios, expectativas, esperanças... constante viragem do tabuleiro, e agora? Segue-se sempre em frente, contornando pontes por riscar, atravessando obstáculos escondidos debaixo de um qualquer alçapão com restos mortais enterrados, já empedrenidos pelo tempo, onde as teias de aranha abundam, e o ar a mofo se faz sentir. Ah, rodo o chave mais uma vez, e uma infinidade de portas se encontram na minha frente... apetece-me olha-las uma por uma, para me perder numa delas apenas. Marco cada passo na memória, calculo os passos dados em falso, desfaço o que um dia foi construido, e volto ao incio do jogo. Rodopio sobre mim de olhos fechados... e no momento em que paro, escolho uma porta ao acaso. E o próximo passo... conjugo o verbo no presente, sem olhar para trás! Sem rede de protecção, sem entrelaçar as linhas do futuro com o passado, desfazendo um novelo ainda por enrolar... é o engolir do abismo de uma só vez!

8 comentários:

abspinola disse...

Lindo.
Adorei cada palavras.

Bjstos

Stargazer disse...

É assim mesmo, porque a Vida é dada com passos sempre para a frente!

Espero que abras a porta certa.

Beijo nas portas do sucesso,

A Palavra Mágica disse...

Moi,

Lindo este seu texto!

Tive a exata impressão de que tudo é escuro e silêncio.

Um beijo!
Alcides

Fragmentos Intemporais disse...

Palavras para quê?

Está tudo dito Moi.

Beijinho meu.

Moi disse...

abspinola,
Obrigado! :)




Beijinhos

Moi disse...

Stargazer,
Também espero ter aberto a porta certa... de qualquer forma é sempre em frente!





Beijo grande em ti

Moi disse...

Alcides,
Este texto saiu cheio de sensações dessas, parecia que descrevia um local escuro, mas não é...



Obrigado pela tua sempre presença!




Beijos

Moi disse...

Fragmentos,
Obrigado pela visita!

:))





Beijinhos