12 de março de 2012

Reflexos da lua...

Princípio da noite, a água morna do banho sossega a alma, que pede o descanso num sofá adornado por uma manta de veludo cinza, onde me afundo na noite escura iluminada pela lua e as estrelas, lá no alto, riscando matizes bi-colores no chão frio de mosaico na minha frente. Puro deleite, que me tacteia o corpo, o som que se escuta da noite que entra pela fresta da janela meia fechada, numa brisa fresca de inverno, que me abre as narinas de forma a sorver por completo esse aroma de terra quente de uma primavera que ainda não floriu... Fecho os olhos, sorriu e embalo nas sombras, nos sabores que se colam na boca, se agarraram nas mãos que me abraçam o corpo. Quanta magia num momento de silêncio comigo mesma, sem vozes, sem tempo, sem pressa, esquecida na poltrona solitária... no recanto da minha imaginação, percorrendo ruelas antigas, voando no relógio do tempo, entre o aqui e agora, e o que já foi... sem ti, contigo, o que um dia fomos... numa fracção de segundo, onde o olhar disse mais que as mãos que se procuravam, mais que as bocas que se uniam numa só, mais que o calor dos corpos que se desejavam e sorviam, onde a respiração parou por um instante de vida, e deixou que a magia reinasse numa constelação fora de nós... Sinto a brisa que me entra pelo pijama acima, deixando-me os seios arrepiados, fico imóvel nas recordações que me bailam na frente dos olhos, nas sombras que a lua me oferece e presenteia sem pedir nada em troca... um suspiro solto no ar... onde a suavidade das lembranças dos pequenos gestos fazem crescer a saudade de amar... onde as sensações de ardente desejo fazem acelerar o sangue que me percorre as veias... vagueio no puro silêncio deixado pelos reflexos da lua mascarados de noite iluminando a alma, que sorri ao tempo, que ainda está para chegar...

8 comentários:

Stargazer disse...

é isso mesmo querida Moi, sorrir ao que (ainda) está para chegar. E asseguro-te...

...a Vida está CHEIA, plena, prenha de surpresas maravilhosas!

Go for it!

Beijo (de pijama) :)

Moi disse...

Acredito sim, o tempo às vezes é um pouco padrasto, mas as compensações são mais que muitas...



E sorriu, pela tua visita por aqui, deixas-me sempre uma sensação dançante no ar. :))





Beijos despido de pijama

Stargazer disse...

ainda bem que deixo. Espero que um rasto de Luz e Energia, pois estamos vivoas e isso é que conta!

Beijo (despido) uuuuuups ;)

Libertya... disse...

Não vou plagiar o que escreveste no meu canto, mas... Perdi-me aqui, embalada em semelhanças.

A noite é mágica, nostálgica mas indissociável da alegria e força do dia. A lua solta um lado, o Sol outro, e na conjugação de ambos... se tem o mundo nas mãos.

Beijo com um sorriso e um carinho

Moi disse...

Stargazer,
É sim, um rasto de Luz e Energia, muita energia, mulher és uma força da natureza, impossível ficar indiferente à tua passagem.




Beijo iluminado :-)

Moi disse...

Libertya,

A noite tem uma magia inigualável... desde que me conheço, que tenho este meu hábito de andar pela casa, quando o mundo dorme... enfim, coisas minhas.


Agradeço o carinho e retribuo de volta, embrulhado num abraço

Beijo grande

Vintense disse...

Que doce perder do tempo encontrei eu aqui no teu canto exepcional. so tenho uma coisa pra te dizer, muito intenso. obrigado.

Moi disse...

Vintense,
Em primeiro lugar, sê bem vindo a um dos meus espaços.

Intensidade, a palavra que mais ma define, daí os textos serem dentro desse padrão. :)


Nada a agradecer, eu é que agradeço o tempo despendido por aqui...




Beijo :)