3 de abril de 2012

Danças...


Danças... entre paredes cor de rosa, entre o negro da noite e o azul celeste. Pairas sobre o sonho onde tocas levemente com as pontas dos dedos, onde o veneno te chama, te atenta, aquele que sempre resistes, mas que acabas por sucumbir aos encantos fatais, onde te deitas e rebolas de prazer. São rosas, são rosas... onde os espinhos picam a carne lacerada de sangue, da tortura indecente do querer, do que tocas, sabendo que não será teu. Pedaços de vida, que valem a dança, de pés trocados, encanto desmedido e assobiado pelo vento, no sussurro da noite, numa ínfima e triste melodia, onde o riso apenas tem lugar nas lágrimas que fogem aos olhares indiscretos. Carregas no colo o desejo infinito de dar, na esperança de ser maior que a carência sentida no fundo da alma, procuras em cada rosto, em cada frase, em cada silêncio, em cada esquina da vida, os rostos que já passaram e que fazem de ti ser único na esfera translúcida da imortalidade, onde te dás a oportunidade de ser apenas um só. És, no espelho que reflecte as cicatrizes, os sulcos da vida... as marcas profundas deixadas espalhadas aos quatros ventos, onde danças ao sabor de um tufão de ilusões, de sonhos, de desejos, de queres... maiores que a raiz de que és feito. Rosto cristalino da verdade, enterrado entre os ossos frontais da ambição de ser maior, escondido por trás da capa gélida e árida, que de escudo serve aos embates das tempestades... Protecção à chama solvente que derrete o interior em chamas, carregadas de puro deleite no que tocas, no que desejas, no que possuis, no que te dás... a ser, naquele exacto momento de energia derramada no universo, mergulho em carne viva!

13 comentários:

Libertya... disse...

Nem sei como comentar este...

Beijinho voador ;)

marcela disse...

Uma beleza!

Fênix27 disse...

Olá!
Texto de profunda inspiração e uma grande viagem e devaneios da alma.
Cheguei aqui através do blog da Vilma Piva, adorei axei seu blog, e já estou a te seguir.
Felicidades no seu caminhar.
http://wwwavivarcel.blogspot.com.br

Libertya... disse...

Tens desafio lá no meu cantinho... :)

A Palavra Mágica disse...

Moi,

Quem mergulha em carne viva vive os prazeres do amor.

Beijos!
Alcides

O Sussurrar do Corpo disse...

um sussurro...

Moi disse...

Libertya,

Comenta sempre da forma que sentires as palavras, não as minhas, mas as sensações que as mesmas fazem em ti.








Beijos

Moi disse...

Marcela,
Há quanto tempo não aparecias por aqui.
Espero que tudo esteja bem!






Beijos

Moi disse...

Fénix27
A minha alma tem destes devaneios...
Obrigado por seguires!





Beijos

Moi disse...

Alcides,
Quem mergulha em carne viva, sente tudo à flor da pele, tanto queima como gela...






Beijo grande para esse lado do oceano

Moi disse...

Sussurro do corpo,

Sussurrando um beijo para ti...

Lynce disse...

Tenho alguma dificuldade em comentar este teu post maravilhosamente escrito e carregado de verdades. Mas Moi, adoro vir aqui ler-te. Gosto como escreves, como te expressas e como me fazes visualizar.
Obrigada por partilhares tanta coisa comigo. Achei mais que justo agradecer-te.
Obrigado.

Moi disse...

Lynce,
Agradeço do fundo do coração as tuas palavras! Obrigado eu pela visita e pelas palavras! São momentos, palavras nascidas da alma...

Beijos