30 de janeiro de 2013

Alucinações...

Corrida desenfreada com freio, sem correntes, nas asas do condor negro da imaginação. Percorrendo vielas sem nome, sem destino, na busca incessante do desconhecido, tropeçando, caindo e levantando, sempre sem descanso, olhando o frio desértico da alma de frente, luta imensa sem fim. Tracejado alegórico composto pelos elementos estáticos de uma alma empobrecida pelas rugas do caminho vestido de noite, e ensopado no suor que se derramou pelo canto triste da lua... Em voo picado em direcção ao coração, coroa o dia com mais um pouco de sal... que de pimenta basta o gosto adocicado do pó da estrada engolido avidamente... uma mão apertada na outra e a voz lá do fundo grita surdamente entre as paredes esféricas da caixa torácica as lágrimas que um dia deixaram de nascer, e alimentam o sorriso escancarado da tristeza... Fecho os olhos e de braços abertos entrego a alma nas mãos da noite, deleite espontâneo do pássaro livre que me enchee aninha no peito, olhar hipnótico do destino que me empurra no abismo onde me abandono, sem medos... respiro, sinto a noite levar-me a alma... lutando para não se desvanecer em cada dia de luta, sangrenta e árdua batalha interna, dicotómica e invisível aos olhares baços da multidão dançante em minha volta. Retorno incessante para lugar nenhum, vestindo de novo o cheiro da pele que me adorna a timidez, encolhida entre os lençóis alvos da pureza, com que me desfaço das roupas da parte do dia iluminado pelo raio ténue do sol, esse cão vadio que me faz companhia sem trela! Num desejo inquieto e profundo de apenas receber um sopro de vida... sôfrego, vivido, sentido!

10 comentários:

opusdesiderium disse...

Li algures…e não sei bem quem o disse, mas acredito, no dito…
“Na casa de meu Pai há varias moradas"

Forte... e bom ;)

Eros disse...

Tremendo!
A demanda interminável pelo verdadeiro Breath of Life.

Beijinho

Don Juan disse...


Olá MOI,

Muito contente por voltares ao meu cantinho.

Muita saude e felicidades neste NOVO ANO.

Beijos

Estrela disse...

Desenfreada corrida pela vida, motivada pela Liberdade de Sentir e domada pela responsabilidade de Ser.
Que texto!!!
Obrigada pela viagem....

Beijo *Estrela*do*

Secreta disse...

Viver a vida passo a passo , num alvoroço disfarçado, num sentir desenfreado, e buscar, apenas, um sopro de tudo nada.
Beijito.

Moi disse...

Opus,
Excelente frase!
E várias portas para entrar nelas... diria eu!





Beijo

Moi disse...

Eros,
Obrigado pelas palavras, e pela visita!
Há que saber respirar!






Beijos

Moi disse...

Don Juan,
Obrigado e igualmente para ti!






Beijo

Moi disse...

Estrela,
Eu é que agradeço as palavras!
São apenas desabafos sentidos em horas de vazio...






Beijos

Moi disse...

Secreta,
Não diria melhor!
"...um sopro de tudo nada..."







Beijocas